Você sabe calcular a margem de contribuição do seu negócio?

por Equipe QuickBooks

2 minutos de leitura

Calcular a margem de contribuição das suas vendas é um passo importante para pensar no melhor preço para os produtos e serviços. Afinal, é precificando corretamente que você torna o negócio competitivo, paga as despesas e ainda tem lucro. Mas, você sabe como fazer essa conta? Apesar do nome difícil, é bem mais fácil do que parece. E a gente vai ajudar nessa etapa da sua gestão financeira. Vamos lá? 

O que é margem de contribuição, afinal?

A margem de contribuição é o valor que sobra da sua receita para pagar as despesas fixas e gerar lucro, depois de descontados os custos e despesas variáveis. Que tal um exemplo para ficar mais fácil?

Suponhamos que você vendeu um produto de 100 reais. Seus custos e despesas variáveis (impostos e comissão dos funcionários, por exemplo) foram de 55 reais. O restante, 45 reais, é a sua margem de contribuição. E o índice de margem de contribuição, nesse caso, é de 45%. Por fim, esse valor é destinado às despesas fixas e lucros.

Leia também: Aprenda a aumentar a margem de lucro do seu negócio 

Como calcular a margem de contribuição?

No exemplo anterior, vimos que a margem de contribuição nada mais é do que o restante da receita após o desconto das despesas variáveis. Por isso, você pode usar a seguinte fórmula:

Margem de contribuição (MC) = Valor da venda – Custos e despesas variáveis.

MC = 100 – 55

MC = 45.

Ou seja, depois de descontar as variáveis, sobram 45 reais para pagar as fixas e ainda lucrar.

Como usar a margem de contribuição para pensar no preço dos meus produtos ou serviços?

A margem de contribuição pode ser um ótimo ponto de partida para precificar. E para entender, vamos a mais um exemplo: suponhamos que as despesas fixas do seu negócio representam 10% do que você vende. Além disso, você deseja um lucro de 10%. Sua margem de contribuição, portanto, precisa ser de 20%. Tendo isso em mente, você sabe que suas despesas e custos variáveis não podem ultrapassar 80%.

Leia também: Como aumentar o faturamento da sua empresa

Agora, a dica é ficar atento: da receita mensal, diminua o valor das despesas variáveis e veja se o que sobra é a margem de contribuição que você precisava. No caso do nosso exemplo, um índice de 20%. Não é? Então, é hora de repensar os preços para que eles atendam às suas necessidades.

Como manter o controle das minhas receitas e despesas

Uma boa solução é utilizar um gerenciador financeiro confiável e eficiente, que apresente todas as informações de forma clara e precisa. E a nossa dica é a ferramenta de fluxo de caixa do QuickBooks ZeroPaper. Além de segura e gratuita, com ela você controla todas as receitas, despesas e impostos da empresa, e assim pode ficar atento à margem de contribuição e saber se está tendo lucros.

Artigos Relacionados