Redução de custos: veja 5 despesas que sua empresa precisa cortar

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

Uma redução de custos feita da maneira correta permite à empresa economizar, se tornar mais eficiente e, com isso, aumentar a margem de lucro. Especialmente em tempos de crise financeira, reduzir despesas é vital para manter o bom funcionamento do negócio sem ter que recorrer a medidas drásticas como demissões.

Muita gente não sabe como fazer essa redução e corta despesas que são fundamentais, o que só traz prejuízo. É necessário saber onde se gasta, de que forma e por que; só assim é possível cortar nos lugares corretos sem prejudicar o empreendimento.

Para saber como reduzir custos, veja abaixo 5 despesas que a sua empresa deve cortar se quiser economizar:

  • Valores das contas de água e luz

As contas de água e de luz costumam ser as principais despesas. Por serem elementos essenciais do dia a dia, muitas empresas pensam que não é possível economizar nessa parte, mas isso é um equívoco.

Usar torneiras e descargas mais econômicas pode deixar a conta de água muito mais barata, por exemplo. A economia pagará o investimento dessa mudança antes do que você pensa. Já em relação à conta de luz, uma mudança simples é dar preferências a lâmpadas de LED ou fluorescentes, que são mais econômicas. Lâmpadas incandescentes devem ficar no passado, já que gastam muito mais.

Observe também o uso de aparelhos eletrônicos: se não estiverem em uso, devem ser desligados no botão ou retirados da tomada. Sensores de presença, que ativam a luz apenas quando alguém está em um ambiente, também ajudam na economia.

Outra medida simples, mas negligenciada por muitas empresas, para reduzir essas despesas é pagar as contas em dia. Atrasar o pagamento traz juros e multas, gastos completamente desnecessários.

  • Telefone e internet

Outro gasto recorrente nas empresas é com comunicação. Como, em muitos casos, telefone e planos de internet são essenciais para o funcionamento do negócio, essa é uma grande fonte de despesas.

A saída para isso (além de optar pelos planos mais em conta junto às prestadoras de serviço), é contar com a tecnologia para economizar. Substituir ligações telefônicas por contatos por Skype, WhatsApp, Viber e e-mails sempre que for possível é uma boa maneira reduzir o gasto do telefone, mas é preciso ficar de olho para isso não acabar encarecendo a internet.

Faça as contas para descobrir qual dos dois sai mais em conta e não deixe de pesquisar e negociar com as operadoras para chegar aos melhores valores.

  • Papel e outros suprimentos

A necessidade de papel se torna cada vez menor à medida que as empresas se digitalizam. Apesar disso, muitas pessoas ainda insistem em impressões desnecessárias, o que gera muitos gastos.

Sempre que puder, digitalize documentos ou armazene-os na nuvem, com ferramentas como o Google Drive ou Dropbox. Se precisar imprimir, use os dois lados da folha. Apenas fazendo um controle de impressões você pode economizar com papel, tinta e energia elétrica.

  • Equipamentos

Pode parecer contraproducente sugerir a substituição dos seus equipamentos para economizar, mas a realidade é que equipamentos novos são mais econômicos do que os antigos. Não perca tempo com máquinas que apenas dão gastos com manutenções recorrentes e de alto valor e que, além de tudo, produzem menos: modernize os equipamentos da empresa.

A produção será mais rápida e econômica, e os custos de manutenção são bem menores. Em pouco tempo, as economias propiciadas cobrirão o investimento inicial.

  • Infraestrutura

É possível fazer mudanças em pontos de infraestrutura da empresa e, com isso, reduzir custos. Janelas e portas que facilitam a circulação de ar e a entrada de luz podem trazer mais economia com ar-condicionado e iluminação, por exemplo. Até as cores das paredes ajudam nisso: tons claros retêm menos calor e refletem a luz; assim, o ambiente de trabalho fica mais fresco e claro.

Com essas dicas de redução de custos, vai ficar mais fácil enxugar as despesas da sua empresa sem prejudicar a qualidade do que é oferecido. Outra dica para isso é ficar atento ao pagamento dos clientes: confira nossas 4 dicas para lidar com a inadimplência!

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta também nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.


Artigos Relacionados