3 principais fatores para o fechamento de uma empresa

por Equipe QuickBooks

2 minutos de leitura

No Brasil, o índice de fechamento de empresas é bastante alto: segundo o IBGE, seis a cada dez negócios quebram antes dos cinco primeiros anos. E não estamos contando isso para desencorajá-lo – é justamente o contrário! Entendendo quais são os principais fatores que prejudicam as empresas, você pode evitá-los. Assim, além de garantir a saúde financeira do seu empreendimento, suas chances de sucesso disparam. Vamos lá? 

Leia também: 5 dicas fundamentais para ser um empreendedor de sucesso 

  • Deixar de conhecer os clientes 

Falta de conhecimento sobre o cliente é um dos principais fatores para o fechamento de empresas. Isso porque, sem entender o consumidor, fica mais difícil de oferecer um produto ou serviço que irá satisfaze-lo. A boa notícia é que existe solução: pesquisa e planejamento! Nossa dica é compreender os hábitos, necessidades e desejos do seu potencial cliente através de pesquisa. E, a partir disso, planejar a melhor forma de entrar em cena para entregar o que ele precisa – e, quem sabe, até superar as expectativas!

Outra conduta que pode ajudar bastante a manter a saúde financeira da sua empresa, tem a ver com o momento em que você já tem uma boa base de consumidores: cuidar bem dos clientes assíduos. É importante oferecer qualidade para todos, sem dúvida. Mas, aqueles que mais fomentam os negócios merecem atenção especial, não é mesmo? E uma dica legal para auxiliá-lo nessa tarefa são os relatórios financeiros do QuickBooks ZeroPaper, que mostram a lista dos seus melhores clientes. 

  • Deixar de controlar contas a pagar e contas a receber

A falta de controle financeiro também pode levar um negócio de ótimo potencial ao fechamento. E o motivo é simples: sem saber quanto foi gasto e quanto há para receber, as despesas crescem desgovernadas e ficam insustentáveis. Mas a parte legal é que uma atitude supersimples pode ser a salvação e garantir o sucesso da sua empresa: fazer o fluxo de caixa diariamente. Monitorar as despesas com fornecedores e tributos, e controlar os valores que devem ser recebidos são parte de uma gestão financeira eficiente. Desse jeito, você tem tempo e espaço para tomar boas decisões e impedir que dívidas se acumulem.

Leia também: 5 livros indicados por grandes empreendedores

E uma dica bem legal para o seu controle de contas estar sempre em ordem é a nossa ferramenta de fluxo de caixa. Com ela você tem uma visão clara e precisa de quanto pagar e ganhar, e assim, a contabilidade fica em dia. Que tal conferir? É 100% segura e gratuita!

  • Falta de comportamento empreendedor 

Em resumo, podemos pensar que o comportamento empreendedor é a união de organização e ousadia, uma mistura de de pé no chão com outra de coragem para enfrentar desafios e inovar. E a falta dessas condutas pode levar uma empresa que tinha tudo para crescer ao fechamento.

Acontece que, contrário do que bastante gente acredita, o espírito empreendedor não é uma característica que só existe em pessoas que já nasceram com ela. Empreender é o tipo de arte que também pode ser aprendida e desenvolvida! Por isso, que tal ficar sempre antenado em cursos sobre empreendedorismo? Esse tipo de conhecimento pode ser bastante inspirador e se torna um aliado poderoso do seu negócio!

 

Artigos Relacionados

5 erros de planejamento empresarial que você deve evitar

Todos os anos milhares de empresas surgem no Brasil e outras milhares…

Leia Mais

5 erros fatais para as finanças do seu negócio

Controlar as finanças é uma atividade complexa e difícil para a maioria…

Leia Mais

Controle financeiro empresarial: tire suas dúvidas

O controle financeiro empresarial é um desafio que muitas vezes foge ao…

Leia Mais