Contabilidade: 7 fórmulas que toda empresa deve saber

por Equipe QuickBooks

4 minutos de leitura

O gerenciamento das finanças e receitas da sua empresa pode ser um trabalho em tempo integral, e você pode até mesmo contratar um contador em tempo integral para lidar com os livros contábeis. No entanto, muitos proprietários de pequenas empresas preferem cuidar dessa área em vez de ter um contador para manter o controle sobre sua contabilidade.

Se você se enquadra nessa última categoria, confira a seguir algumas fórmulas de contabilidade padrão que você precisa conhecer. Em geral, estas fórmulas são consideradas como universais para qualquer empresa e fornecerão os números de que você precisa para entender a viabilidade e a saúde da sua empresa.

  1. A equação contábil

Equação: (Ativos = Passivos + Patrimônio líquido do proprietário)

O que significa:

  1. Lucro líquido

Equação: (Receitas – Despesas = Lucro líquido)

O que significa:

  1. Ponto de equilíbrio

Equação: (Volume de equilíbrio = Custos fixos / Preço de venda – custo variável por unidade)

O que significa:

  • Os Custos fixos são gastos recorrentes e previsíveis associados à administração da empresa. Essas despesas incluem seguro, aluguel, salários de funcionários etc.
  • O Preço de venda é o valor pelo qual você vende seus produtos ou serviços.
  • O Custo variável por unidade é o valor que custa para fabricar o produto.
  • Se dividir seus custos fixos pelo preço de venda dos produtos e subtrair o custo de produção, você terá o ponto de equilíbrio, que informa o quanto você precisa vender para cobrir todos os custos.
  1. Índice de caixa

Equação: (Índice de caixa = Caixa / Passivo circulante)

O que significa:

  • Oferece uma visão de quanto dinheiro você tem atualmente disponível.
  • O Caixa é simplesmente a quantidade de dinheiro que você tem à sua disposição. Isso pode incluir dinheiro de fato e equivalentes (ou seja, títulos de investimento de alta liquidez).
  • O Passivo circulante são as dívidas atuais da empresa.
  • Essa relação mostra o grau de dificuldade da sua empresa de saldar o passivo circulante. No caso, quanto mais alto for o número, mais saudável será sua empresa.
  1. Margem de lucro

Equação: (Margem de lucro = Lucro líquido / Vendas)

O que significa:

  • O Lucro líquido é o valor total da receita da empresa depois da exclusão das despesas.
  • As Vendas são o valor total das vendas.
  • Ao dividir o lucro líquido pelas vendas, você saberá a margem de lucro da empresa. Uma margem de lucro alta indica uma empresa muito saudável. Uma margem de lucro baixa pode revelar um desempenho insatisfatório da empresa, mas também pode significar que sua empresa não gerencia bem as despesas. Lembre-se de que seu lucro líquido é composto de sua receita total menos as despesas. Se a receita das vendas for alta, mas a margem de lucro for baixa, analise cuidadosamente os números do lucro líquido.
  1. Coeficiente dívida-patrimônio

Equação: (Coeficiente dívida-patrimônio = Total do passivo / Patrimônio líquido total)

O que significa:

  • O Total do passivo inclui todos os custos que você deve pagar a terceiros, como pagamentos de empréstimos ou juros.
  • O Patrimônio líquido total é quanto da empresa pertence ao proprietário ou a outros funcionários. Em outras palavras, é o dinheiro investido pelo proprietário na empresa.
  • Um Coeficiente dívida-patrimônio alto mostra que uma alta proporção do financiamento da empresa tem origem em fontes externas, como bancos. Se você estiver tentando obter mais financiamento ou em busca de investidores, um coeficiente dívida-patrimônio alto pode ser um obstáculo.
  1. Custo das mercadorias vendidas

Equação: (Custo das mercadorias vendidas = Custo dos materiais/Estoque – Custo dos produtos)

Relatórios financeiros

  • O que significa:
  • O Custo de materiais/Estoque é a quantidade de dinheiro que sua empresa gasta para adquirir os produtos ou materiais necessários para a fabricação do produto.
  • O Custo dos produtos é o custo total dos produtos vendidos.
  • Para chegar ao custo dos produtos vendidos, subtraia o custo dos produtos do custo dos materiais. Isso indicará se os custos de fabricação do produto estão alinhados com a receita auferida ao vendê-lo.

Há muitas outras fórmulas de contabilidade à sua disposição, mas essas sete são algumas das mais comuns. É melhor entender bem essas fórmulas, mesmo que você não pretenda gerenciar sua própria contabilidade. Quanto melhor conhecer suas finanças, mais você será capaz de gerenciar sua empresa.

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta também nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.

Artigos Relacionados