Estratégias para fazer uma grande parceria

0
SHARES

image

Aliar forças é uma das melhores formas de duas ou mais empresas crescerem juntas, reunindo esforços para que os resultados de cada uma sejam atingidos de maneira sustentável e mais facilmente. Para que isso aconteça, é preciso estabelecer parcerias, lembrando que uma parceria de verdade supõe uma relação ganha – ganha. 

Sendo assim, na hora de buscar parceiros para a sua empresa é preciso refletir muito sobre o seu negócio, o mercado, os clientes e a concorrência. Vale a pena buscar um parceiro? É isso mesmo o que você precisa? Se a sua responsa é sim, então acompanhe esse passo a passo para estabelecer parcerias de sucesso. Se a sua resposta é não, leia mesmo assim, pois pode ser que você mude de ideia até o final do post.

Faça uma análise do seu negócio

Muitos empreendedores têm dificuldade em olhar criticamente para o seu próprio negócio e identificar pontos de melhoria, mas essa visão é extremamente importante para que você não pare no tempo. Convidar alguém para refletir com você a respeito da sua empresa pode ajudar a encontrar falhas que você não vê, assim como fazer um brainstorming com seus funcionários, que são as pessoas que estão no comando de tudo.

Preencher uma análise SWOT é uma maneira lúdica, mas eficaz de identificar quais são seus pontos fortes e fracos, além de identificar oportunidades e ameaças que o mercado pode oferecer ao seu negócio. Na análise SWOT você tem um diagrama como o que segue abaixo, onde coloca em cada quadrante quais são suas forças e fraquezas como empresa, bem como as oportunidades e ameaças que sua empresa sofre com o ambiente de negócios.

swot.png

Busque empresas com o perfil desejado

Com a análise SWOT em mãos, busque empresas que possuem características diferentes das suas, visando uma complementação entre suas competências. Para ficar mais claro, imagine que você possui uma tecnologia inovadora na gestão de clientes, enquanto a empresa candidata à parceria não tem. Ao mesmo tempo, você identificou que a sua força de vendas não é tão eficaz quanto à da outra empresa.

Buscando possíveis empresas parceiras desta maneira, você gera valor tanto para elas quanto para você mesmo, já que ao estabelecer a parceria, vocês unirão forças e ganharão competências que antes não tinham.

Lembre-se de pesquisar muito e verificar se as empresas elencadas na sua lista possuem boa reputação no mercado, se não possuem processos trabalhistas em andamento ou problemas de ordem fiscal, pois estes entraves podem impactar no seu negócio e manchar a sua reputação.

Elabore propostas personalizadas

Ao fim da sua pesquisa você deve ter ficado com menos de cinco empresas para conversar abertamente sobre a sua proposta de parceria, portanto, dedique tempo na elaboração de propostas personalizadas, afinal, cada empresa possui suas peculiaridades.

Fundamente sua proposta com dados do mercado, da sua empresa e, se conseguir, da empresa a ser visitada. Quanto mais informações você tiver, maior o seu poder de convencimento. Elenque os benefícios que a sua empresa pode trazer com a parceria e só então detalhe o que você precisa. A humildade nesse momento é crucial.

Feche o negócio

Feitas as devidas apresentações e manifestadas as intenções de parceria, opte pela que melhor atende às suas expectativas ou então estabeleça parceria com mais de uma empresa. Uma cadeia de valor maior proporciona mais e melhores negócios.

Monitore os resultados

Nenhuma parceria é perfeita e vários ajustes deverão ser realizados ao longo do tempo, por isso monitore os resultados, verifique se realmente a parceria está valendo a pena e está gerando frutos para você e seu parceiro.

A relação ganha – ganha é essencial para que a sua parceria seja duradoura, por isso o monitoramento dos resultados é fundamental. Se você verificar que o seu parceiro está sendo prejudicado, não hesite em rever o contrato e tornar as coisas mais justas, afinal, ele acreditou em você.

Já conhece o ZeroPaper? Ele é um software, simples e grátis que ajudará você a gerenciar as finanças do seu negócio. Ele também traz indicadores e conselhos sobre como anda a saúde financeira da sua empresa. Saiba mais!