Veja o que mudou com a implementação da NF-e

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

A implementação da Nota Fiscal eletrônica gerou várias mudanças a longo prazo no cenário econômico e fiscal brasileiro, como um maior avanço tecnológico para o país e mais praticidade no cotidiano empresarial. Antigamente, as empresas perdiam tempo e dinheiro digitando e conferindo as notas fiscais. Graças ao uso da NF-e, essas atividades passaram a ser mais fáceis. Quer saber mais sobre as mudanças que a implementação da NF-e proporcionou? Confira abaixo!

O que mudou com a implementação da NF-e?

A Nota Fiscal Eletrônica substituiu o modelo 1/1A e passou a ser obrigatória. Ela registra prestações de serviço e operações de mercadoria, e tem validade jurídica assegurada pela assinatura digital.

LEIA TAMBÉM: 4 dicas de gestão fiscal para pequenas empresas

Esse tipo de nota foi pensado para modernizar a emissão de notas fiscais do Brasil e ser um procedimento mais prático para as empresas, governo e sociedade como um todo. O objetivo da implementação da NF-e foi substituir a impressão em papel e otimizar a comunicação entre empresas e Fisco.

Layout único

O layout das versões 2.0 da NF-e foi pensado para minimizar o impacto para aqueles que somente emitem a Nota Fiscal eletrônica, e também para reduzir os gastos com a implementação do modelo.

Solicitação de autorização compactada

Essa mudança reduz o uso do canal de internet e o tempo total do processamento.

Autorização de download do XML

Por meio dessa autorização, há a possibilidade de o contribuinte informar até dez usuários (CNPJ ou CPF) que terão acesso à Nota Fiscal eletrônica pelos diversos meios liberados pela Sefaz (Secretaria Estadual da Fazenda).

Revisão de processos

Outro ponto importante é que a emissão de NF-e de devolução tem que ser revisada quando contribuintes devolvem, em uma mesma Nota Fiscal eletrônica, os itens recebidos em dois ou mais documentos de origem. Isso porque é permitido que apenas um documento de origem seja referenciado por nota fiscal.

LEIA TAMBÉM: Saiba como uma boa gestão tributária pode ajudar sua empresa

Além do mais, uma das principais alterações é que os dados das operações das empresas passaram a ficar disponíveis no site da Receita em até 180 dias, podendo ser consultados a qualquer hora do dia pela internet, apenas usando a chave de acesso que é obtida ao emitir a nota.

Quais são os principais benefícios da implementação da NF-e?

Há muitos benefícios da implantação das notas fiscais eletrônicas no país, seja para o governo, empresas ou sociedade. Os principais são:

  • Menos gastos com impressão, com a redução de tonner, papel, lugar para armazenamento e funcionários para controlarem o armazenamento;
  • Mais rapidez nas respostas do Fisco, quando acontece fiscalização, e menos tempo para imprimir as notas;
  • Mais segurança da informação, o que dificulta as ações fraudulentas;
  • Menos erros de escrituração fiscal e obrigações acessórias mais simples;
  • Troca de dados entre os contribuintes por meio de um layout padrão;
  • Procedimentos da administração tributária mais simples e rápidos;
  • Mais arrecadação sem necessariamente elevar a carga tributária;
  • Redução da sonegação;
  • Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED) mais prático;
  • Uso de novas tecnologias e incentivo ao comércio eletrônico.

Pelo fato do projeto implantação das notas fiscais eletrônicas ser algo gradativo, alguns benefícios somente serão observados com o passar do tempo. No entanto, como você pôde notar, muitas vantagens já podem ser percebidas.

Gostou do artigo? Siga-nos no Facebook ou Twitter

Artigos Relacionados