É autônomo? Veja 5 erros que atrapalham suas atividades

0
SHARES

Errar é algo completamente normal em qualquer ambiente de negócios, mas para os profissionais autônomos os erros têm um peso maior: podem significar a diferença entre se manter saudáveis financeiramente ou terem de desistir do sonho de empreender. Pensando nisso, nós separamos alguns dos erros que mais os afetam e vamos mostrar como evitar cada um. Vamos lá!

Esquecer que existe vida fora do trabalho

Como trabalhar por conta geralmente envolve fazer o próprio horário, é preciso definir um período de expediente, porque é muito fácil se deixar levar pelas atividades que tem de cumprir e passar dos limites, deixando a vida pessoal de lado.

Quando esse comportamento ocorre, ele afeta a vida pessoal e diminui o rendimento. A fim de evitar isso, estabeleça limites claros para impedir que a sua vida se resuma a trabalhar. Mais do que definir um horário de expediente, como já dissemos, separe tempo para realizar atividades físicas, passear com a família e descansar.

LEIA TAMBÉM: É autônomo? Veja como definir metas de trabalho

Falta de planejamento e organização financeira

Outra ideia equivocada é de que não há necessidade de se planejar e organizar financeiramente para ter sucesso como autônomo. Com isso, os profissionais usam todo o dinheiro que entra como se fosse um salário e acabam sem forças para fazer o negócio progredir.

Preocupação com problemas financeiros tira o sono de qualquer um. Assim, separe o orçamento pessoal do profissional e calcule bem os custos operacionais da sua atividade (equipamentos, alimentação, visitas a clientes etc). Daí, faça uma reserva para evitar problemas mais tarde.

Não dar atenção aos detalhes

Como autônomo, lembre-se de que você também é empreendedor, e todo empreendimento precisa se atentar para os detalhes que satisfazem o consumidor. Mas, enquanto uma organização maior tem uma base mais ampla de clientes, de recursos e pessoas dedicadas a diferentes áreas, o profissional que atua por conta está sozinho na hora de identificar e corrigir essas falhas.

Com isso em mente, observe bem o que atrai ou afasta o seu público e responda a perguntas como: de que modo os clientes me encontram? Existe alguma reclamação recorrente por parte deles? O que torna o atendimento bom para o consumidor? Depois disso, tome medidas práticas para incorporar o que aprendeu em seus serviços.

Deixar de se atualizar

Já teve de lidar com pessoas que confiam apenas na experiência para realizar um trabalho? É claro que isso conta muito, mas a falta de atualização é um erro que pode custar caro, à medida que novas soluções vão surgindo no mercado e, com elas, outros métodos de completar os serviços.

Procure saber como a sua área de atuação está avançando: o que está sendo deixado de lado, quais são as novas opções que estão surgindo, como trabalhar com elas e como explicar essas mudanças para o cliente. Tudo isso mostra o quanto você é comprometido e capacitado para resolver qualquer problema que surgir, da melhor forma possível.

LEIA TAMBÉM: Como usar o Facebook para divulgar sua empresa

Mau controle do tempo

Se você não controlar bem o tempo que tem disponível, vai ficar muito complicado manter um ritmo de trabalho produtivo e conseguir lucros satisfatórios. Além disso, quando o cliente percebe essa dificuldade em se organizar ele pode desconfiar da sua capacidade de realizar o trabalho. Em vez disso, mantenha uma rotina constante, que o permitirá completar cada atividade sem problemas, e nunca aceite mais do que consegue lidar.

Seguir essas dicas pode salvar os profissionais autônomos de grandes problemas e ajudá-los a trabalhar com qualidade, fazendo o que gostam, com uma boa expectativa para o futuro. Afinal, se os erros pesam mais para eles, os acertos podem ter um efeito positivo ainda maior, trazendo grandes recompensas para todo o trabalho duro.