Autônomo: 5 dicas para fazer o controle financeiro do seu negócio

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

Os riscos de atuar como profissional autônomo são de sua total responsabilidade, o que significa dizer que ele tem que lidar com os seus lucros e prejuízos. Justamente por isso é essencial que este profissional saiba fazer um controle financeiro do seu negócio, a fim de criar um planejamento financeiro estratégico e precavido sobre seus recursos. Se este é o seu caso, então, saiba sobre o que você deve ficar atento.

  1. Nunca gaste mais do que recebe

Esta é uma das recomendações mais básicas do mundo financeiro, muito adequada tanto para a boa gestão financeira nas empresas, quanto no controle financeiro pessoal. Ainda que você esteja planejando a aquisição de um bem de consumo de grande vulto ou de um equipamento que poderá ser útil no seu trabalho, tenha sempre em mente minuciosamente como você vai fazer para pagá-lo mês a mês. Esquive-se das compras por impulso e daqueles gastos maiores feitos sem qualquer planejamento.

  1. Corte os gastos desnecessários

Você até pode estar passando por um período de bonança, cheio de projetos para serem feitos e contratos assinados, porém nunca se sabe o dia de amanhã. Vale a pena ser prevenido e não deixar que os excessos consumam parte significativa de seus recursos à toa. Faça um controle de gastos e veja se não pode cortar despesas desnecessárias.

  1. Separe um dinheiro de reserva

Mais uma medida de prevenção para um ocasional tempo de vacas magras é cortar aqueles gastos supérfluos ou exagerados. Pode parecer difícil separar uma parte do que ganha e colocar no banco de maneira constante todos os meses, mas faça como se pagasse um salário a si mesmo. Faça um rígido controle financeiro e destaque um valor fixo por mês ou algo em torno de 10% do que ganhar a cada projeto, por exemplo, e coloque em poupança, aplicação de renda fixa ou outro investimento mais estável e que não ofereça altos riscos de prejuízos financeiros.

  1. Conheça seus clientes

Se você souber mais sobre a atividade dos clientes, sobretudo daqueles que sejam fixos e lhe demandem serviços rotineiramente, você será capaz de criar produtos mais personalizados e precificá-los de acordo com a ocasião. Mas, além disso, será capaz de saber muito melhor como funcionam as questões de pagamento dessas pessoas e empresas, podendo melhorar o controle financeiro da sua empresa e fazer projeções precisas de quando receberá os pagamentos devidos. Portanto, concentre-se na qualidade, mas não deixe de pesquisar bastante sobre quem lhe contrata.

  1. Use um gerenciador financeiro online

Você pode usar uma planilha do excel para controlar as entradas e saídas de recursos de seu fluxo de caixa. Mas isso já está um pouco ultrapassado, vale muito mais a pena manter as finanças de seu trabalho organizadas em um programa financeiro de alta tecnologia. Ainda mais se ele integrar várias funcionalidades, como o monitoramento das contas a pagar e a receber, a emissão de boletos bancários e de recibos, relatórios instantâneos, a transmissão de alertas por e-mail ou SMS e também a extração dos resultados de seu negócio.

Assim, seus dados estarão muito mais seguros e acessíveis onde você estiver, podendo gerenciar as finanças de seu computador pessoal ou através de aplicativos de celular ou tablet. Um exemplo de sistema de gestão empresarial é o QuickBooks ZeroPaper, uma solução simples e grátis. Para utilizar esse gerenciado financeiro, basta se cadastrar no nosso site.

Mesmo seguindo as dicas acima, não se esqueça de investir continuamente em sua educação financeira. Leia alguns livros da área, faça cursos e atualize-se com notícias sobre o mercado.

E você, como vem ajustando as finanças em sua vida profissional? Conte para nós!

Artigos Relacionados

Controle financeiro: 3 segredos para sua empresa ser um sucesso

Definitivamente, o controle financeiro deve ser um dos principais focos de atenção…

Leia Mais

4 dicas de controle financeiro para autônomos

Manter um controle financeiro é essencial não somente para a rotina de…

Leia Mais

4 motivos para ter atenção ao Fluxo de Caixa

Além de estar totalmente relacionado ao funcionamento diário da empresa, o fluxo…

Leia Mais