Veja 5 erros de orçamento de marketing em empresas novas

por Equipe QuickBooks

5 minutos de leitura

O marketing é a porta de entrada para o crescimento. Se bem executada, uma única campanha contínua pode ajudar uma startup ou pequena empresa a encontrar seu público inicial, gerar lucro e construir uma reputação de marca que prepare o terreno para uma futura expansão. Infelizmente, poucas empresas obtêm sucesso dessa maneira, pois estratégias de marketing raramente são implementadas com sucesso por empresas novas ou emergentes.

Existem várias razões para isso.

A primeira é que as startups geralmente não têm recursos disponíveis o suficiente e não conseguem executar ou supervisionar as campanhas de maneira eficaz e responsável. A segunda é que a maioria das novas empresas é administrada por empresários sem experiência que, portanto, tomam decisões inexperientes. Porém, o mais importante é que as startups tendem a cometer erros básicos no orçamento de marketing, dos quais é difícil — se não impossível — se recuperar.

Estes cinco erros são alguns dos mais comuns em orçamentos de marketing de empresas novas.

  1. Investimento de modo restrito

Quando você vai comprar um carro novo, avalia várias opções, mas, por fim, escolhe o modelo mais adequado para as suas necessidades. No caso da estratégia de marketing, esse método pode prejudicar suas chances de sucesso, mas muitos empreendedores de startup o seguem mesmo assim.

Eles começam pesquisando várias opções de marketing, o que é um bom começo. Porém, acabam escolhendo uma ou duas estratégias que consideram a melhor forma de auxiliar o crescimento dos negócios e se recusam a olhar além desses investimentos.

Em marketing, esse é o equivalente a apostar todas as fichas em um só lugar. Em vez disso, é muito melhor proteger suas apostas com várias estratégias em diversas plataformas, mesmo que isso signifique distribuir seu orçamento entre elas. Depois de alguns meses, você terá uma boa noção de quais dessas estratégias estão funcionando bem e quais estão desperdiçando seu dinheiro. Nesse momento, você pode escolher quais continuar usando. Porém, se começou investindo tudo em apenas algumas estratégias, pode acabar perdendo todo o seu orçamento de uma só vez.

  1. Marketing sem uma identidade sólida

Em outras palavras, novas empresas, às vezes, começam a fazer o marketing delas sem ter todas as informações necessárias. Se você não souber quais são suas habilidades ou interesses, será muito difícil encontrar um emprego e ser contratado, certo? Esse mesmo princípio aplica-se ao marketing: Se não tiver um conhecimento profundo da identidade e do posicionamento da sua marca, você não conseguirá convencer outras pessoas a comprarem de você.

Em vez de fazer marketing desde o início, invista seu dinheiro em algumas pesquisas de público-alvo e no desenvolvimento da marca. Contrate profissionais que entendam os princípios de marca corporativa de sucesso, mergulhe fundo na mente do seu público-alvo e defina a identidade da sua empresa por completo.

Somente depois disso você deve usar o restante do seu orçamento de marketing.

  1. Foco nas despesas em vez do ROI

Nos estágios iniciais de uma empresa, o dinheiro é muito escasso. Os empreendedores devem segurar seus gastos, ficar atentos ao fluxo de caixa e tomar decisões minimalistas que maximizem o uso de cada centavo. Com essas duras restrições, todas as compras são convertidas em um valor monetário imediato, ou seja, todos os investimentos são vistos em termos de seus custos imediatos, em vez de seus benefícios previstos.

Em marketing, o valor de uma estratégia não pode ser reduzido ao custo dela. Em vez disso, você precisa olhar o retorno sobre o investimento (ROI). Por exemplo, uma estratégia de baixo custo com um ROI baixo pode economizar dinheiro em curto prazo, mas não será rentável em longo prazo. Por outro lado, uma estratégia de custo médio com um alto ROI pode custar um pouco mais no início, mas será muito mais benéfica no futuro.

Para fins de fluxo de caixa, as despesas iniciais devem ser consideradas, mas o ROI sempre deve ser a prioridade.

  1. Espera por resultados imediatos

O marketing raramente (ou nunca) é um caminho direto para mais negócios. Comprar um anúncio não gera instantaneamente milhares de novos clientes. As estratégias de marketing são semelhantes a plantas – elas devem ser plantadas, cuidadas e cultivadas ao longo do tempo. Quando você está começando, isso significa ser o mais paciente possível e ajustar suas estratégias ao descobrir mais sobre o ambiente.

As estratégias de marketing só podem ter sucesso depois que você aprende com suas experiências e faz ajustes significativos. Sua primeira campanha pode gerar apenas 30% dos clientes em potencial da capacidade total dela. Porém, ela também oferecerá informações que permitirão que você ajuste campanhas futuras a fim de que cheguem a 60 ou 90% de clientes em potencial.

  1. Visão do marketing como uma despesa discricionária

Esse é o maior erro de orçamento de marketing que vejo em startups e ele é baseado em um pré-conceito fundamental de como o marketing entra no orçamento de uma empresa. Muitos novos empresários consideram o marketing uma despesa discricionária, ou seja, uma estratégia que receberá dinheiro somente quando todo o resto estiver resolvido. Se lidar com o marketing dessa maneira, você prejudicará o potencial de crescimento da sua empresa. Se pretende fazer sua empresa ou reputação crescerem, o marketing é necessário e nunca deve ser considerado uma despesa supérflua.

Como uma nova startup, você cometerá erros, especialmente em relação ao marketing. Porém, se conseguir evitar esses cinco erros críticos que comprometem a campanha e concentrar-se em aprender com os outros pequenos erros que fará no caminho, você estará em uma posição muito melhor para tornar sua empresa um sucesso.

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.


Artigos Relacionados