Profissional liberal: 3 passos para declarar o Imposto de Renda

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

Fazer a declaração do Imposto de Renda como profissional liberal pode parecer desafiador, mas tem suas vantagens. Por exemplo, sabia que você pode separar comprovantes usados no desenvolvimento do seu trabalho para reduzir o valor a ser pago em tributo ou ainda aumentar sua restituição?

Isso sem falar que mesmo se você está isento de fazer a declaração, ter um comprovante de rendimentos pode facilitar a contratação de serviços e financiamentos futuramente.

Para facilitar a sua organização na próxima vez que declarar, veja nosso passo a passo e saiba como fazer a declaração de Imposto de Renda como profissional liberal!

Passo 1: atenção aos comprovantes recebidos

Sabe aquelas despesas fundamentais para o desenvolvimento do seu trabalho como aluguel, conta de água, conta de luz, material de escritório, produtos de limpeza e treinamentos para a atualização profissional? Então, elas podem ser deduzidas na declaração do imposto de renda.

Por isso, é importante guardar todos os comprovantes recebidos. Assim, você tem tempo para verificar possíveis inconsistências, fazer a retificação e, ainda, consegue diminuir o valor do tributo a pagar ou ganhar mais na restituição.

Passo 2: separe entre gastos dedutíveis e que não podem ser deduzidos

Gastos dedutíveis

As despesas com contas de luz, água, telefone, aluguel e cursos de aperfeiçoamento podem ser deduzidas no Imposto de Renda. Tudo o que estiver relacionado diretamente à realização de seu trabalho como profissional liberal é considerado gasto dedutível.

Gastos que não podem ser deduzidos

Já despesas com computadores, equipamentos e móveis para escritório, por exemplo, entram na categoria de não dedutíveis.
Leia também:
6 principais desafios financeiros do profissional liberal

Passo 3: verifique de onde vieram seus rendimentos e, assim, faça seus lançamentos

Pessoa jurídica

Se você prestou serviços para empresas, precisa solicitar o informe de rendimentos. Para isso, é só pedir esse documento às empresas para as quais prestou serviço no ano a ser declarado. O informe deve apresentar os valores tributáveis e do Imposto de Renda que foi retido na fonte.

O informe de rendimentos recebido de pessoa jurídica deve ser lançado na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ” no programa da Receita Federal.

Pessoa física

Já se recebeu rendimentos de uma pessoa física, como no caso de médicos e advogados, a declaração deve ser feita na ficha de “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física/Exterior” na aba “Rendimentos do Trabalho Não Assalariado”, também no programa da Receita Federal.

Os impostos precisam ser recolhidos todo mês através do programa Carnê-Leão, que calcula o Imposto de Renda e emite um Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF). Para fazer o pagamento desse documento, basta ir até o banco mais próximo.

Se tiver algum imposto atrasado use o Sicalc, um programa para cálculo e emissão de DARF.

Vale lembrar que também devem ser informados o nome completo e o CPF de cada uma das pessoas físicas para as quais prestou serviços. Caso contrário, o próprio cliente pode cair na malha fina no momento em que a Receita cruzar os dados informados com o que foi declarado no imposto de renda pelo prestador de serviço.

Conte com o apoio da tecnologia para organizar seus comprovantes

Agora que você viu como um profissional liberar deve fazer a declaração do Imposto de Renda, aqui vai uma dica para ter total controle sobre suas despesas: conte com o apoio da tecnologia para colocar seus comprovantes em ordem!

Com a ajuda de ferramentas que facilitam o controle do fluxo de caixa do seu negócio, como o QuickBooks ZeroPaper, que é grátis e seguro, tudo fica mais simples e rápido. Os comprovantes, recibos, notas e outros documentos podem ser armazenados em um espaço digital e podem ser acessados facilmente a qualquer hora do dia.

Artigos Relacionados

As diferenças entre MEI, ME, profissional liberal e autônomos

Atualmente, existem diversas formas de empreender ou de trabalhar por conta própria.…

Leia Mais

Profissional liberal pode ter aposentadoria pelo INSS?

As vantagens de ser um profissional autônomo você já conhece: flexibilidade de…

Leia Mais

Veja dicas de marketing digital para profissionais liberais

Trabalhar como profissional liberal implica conhecer um pouco sobre muitas áreas de…

Leia Mais