Como gerir melhor as horas extras de seus funcionários

por Equipe QuickBooks

2 minutos de leitura

As horas extras são uma determinação legal e podem ser, ao mesmo tempo, um problema para algumas empresas e uma solução para os funcionários. Garantir que elas sejam mantidas corretamente é uma tarefa importante do gestor para que elas não se tornem complicações legais para a empresa.

Mas que decisões devem ser tomadas para que esse trabalho a mais dos funcionários se torne algo bom para a empresa e para eles? Quais são as determinações legais que regulamentam a prática de horas extras? São essas perguntas que vamos responder no post de hoje. Acompanhe:

Necessidades da empresa

Antes de tudo, é preciso deixar claro que o funcionário só é autorizado a trabalhar a mais se a empresa precisar desse trabalho extra. O gestor deve ser firme nessa questão, não deixando que seus colaboradores extrapolem seus horários; afinal, isso fará com que a empresa arque com esses custos, que não eram previstos.

Banco de horas

Um método conhecido, fácil de aplicar e que vem dando certo tanto em empresas privadas, quanto em órgãos públicos é o chamado banco de horas.

Nesse caso, os colaboradores têm suas horas extras armazenadas em um controle interno da empresa, ao qual têm acesso. Dessa maneira, acumulam suas horas extras de forma que ficam de “crédito” para o funcionário, que pode ser vendido ou revertido em folgas. O controle do banco de horas pode ser manual ou eletrônico; no segundo caso, uma possibilidade é contar com softwares de gestão que fazem esse controle.

Vale lembrar que o regime de banco de horas é regulamentado por determinações legais e é importante que o gestor conheça-as bem para que a empresa não seja punida. Além disso, é importante deixar claro para os colaboradores como funcionará o banco de horas (levando em consideração as determinações legais), para que não ocorram problemas do como vários funcionários tirarem juntos suas horas, ou acumularem tanto de forma que tenham que se afastar por muito tempo da empresa.

Produtividade dos colaboradores

À primeira vista, pode parecer que se seus colaboradores estão trabalhando a mais é porque sua empresa também está produzindo mais. Porém, essa pode ser uma impressão equivocada.

Verificar periodicamente a produtividade de seus colaboradores é ponto crucial para controlar a realização das horas. Essa verificação permitirá entender se estão trabalhando mais porque a demanda de serviço pede ou porque não estão dando conta no horário planejado e, por isso, precisam esticar o horário.

Manter esse controle também é uma maneira de evitar dores de cabeça, pois se o funcionário estiver fazendo muitas horas extras com muita frequência ele pode trazer problemas judiciais. Então, é sempre bom manter um controle de entrada e saída de funcionário, um relatório de produtividade e demanda do serviço e ficar de olho na regulamentação dessa prática.

Aqui estão algumas dicas que você gestor pode aplicar no seu dia a dia para gerir melhor seus funcionários, mas lembre-se que aqui estão pontapés iniciais.

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.


Artigos Relacionados