Veja dicas para fazer um bom controle de recebimentos

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

Uma empresa não deve abrir mão de um bom controle sobre os seus recebimentos. Pode parecer óbvio, mas muitos empreendimentos se preocupam apenas em aumentar as vendas, cortar gastos e ver o lucro crescer, e não pensam em como fazer a gestão daquilo que recebem, e isso é um erro.

Sem saber de maneira confiável quais foram seus recebimentos, uma empresa pode se complicar e perder a noção de quanto possui em caixa ou de quanto terá a médio ou longo prazo, por exemplo. O negócio não terá como saber quanto dinheiro possui e muito menos poderá fazer projeções, o que impacta ações de investimento e até pagamentos.

Por isso, não menospreze o controle de recebimentos de uma empresa, e fique atento a essas 3 dicas para você ter um bom controle sobre o que recebe:

LEIA TAMBÉM: Como usar o Facebook para divulgar sua empresa

Faça um controle diário

Uma empresa deve ter um controle financeiro criterioso e disciplinado, e não pode dar espaço para que os números saiam de vista. Assim, tenha o registro diário dos recebimentos do seu negócio. Esse controle deve ser rígido, para que seja também confiável.

Fazendo isso de forma diária, você não apenas ficará de olho em todos os números do empreendimento, mas também poderá agir rapidamente diante de algum imprevisto antes que ele prejudique qualquer atividade. A empresa ganha segurança e agilidade diante de um problema que, no pior dos casos, poderia desestabilizar o empreendimento.

Abuse da organização no controle

O empreendedor tem muitas opções para fazer o controle de recebimentos de sua empresa. De ferramentas simples, como anotações, até mais sofisticadas, como softwares, todas elas estão disponíveis e devem ser usadas para facilitar e trazer mais confiabilidade aos controles.

O ideal é que a empresa tenha um instrumento de gestão que acompanhe sua velocidade de crescimento, além de trazer praticidade, rapidez e segurança no controle desses dados. Assim, fica mais claro que, nesse caso, softwares são muito melhores do que papel e caneta.

Após escolher a ferramenta certa, não se esqueça de utilizar todas as informações necessárias para um controle eficaz. Você deve ter registrado, basicamente:

– O saldo inicial do empreendimento;

– As entradas e saídas, que dizem respeito aos recebimentos do negócio — como, por exemplo, as vendas — e aos pagamentos que devem ser feitos — como, por exemplo, as despesas com aluguel;

– Os custos, utilizados na produção da mercadoria ou do serviço;

– O saldo operacional, que traz o resultado das movimentações sobre o dinheiro que entrou no negócio;

– O saldo final, que é a soma do saldo inicial com o operacional, e que finalmente vai revelar se sua empresa está no azul ou no vermelho.

Relacione-se bem com os clientes

Uma coisa que pode trazer um grande impacto para o recebimento de uma empresa é a inadimplência. Quando seus clientes deixam de pagar, ou pagam com atraso, o dinheiro disponível para a empresa quitar suas obrigações e o prazo que tem para fazer isso pode ficar comprometido.

Por isso, mantenha o cadastro de clientes atualizado, tenha um bom relacionamento com eles e fique muito atento aos prazos de pagamento, valores e, especialmente, atrasos. Se o cliente não pagou no prazo, não demore a contatá-lo. Quanto mais tempo passa após o término do prazo, menor é a chance de receber.

Artigos Relacionados