Fluxo de caixa: passo a passo para ser mais eficiente

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

O fluxo de caixa corresponde, basicamente, aos recursos financeiros que entram e saem da empresa. O controle dessas entradas e saídas pode ser considerado de alto nível quando há o registro preciso das movimentações financeiras, não só de seus valores. Indicar de qual categoria aquela transação financeira pertence, se é receita de pagamento do cliente, despesa com salários ou custos operacionais, é indispensável para tornar o seu fluxo de caixa mais eficiente.

Com o fluxo de caixa bem realizado, será possível reconhecer se vai faltar ou sobrar recursos ao final de um período determinado, se poderá negociar prazos maiores ou menores com clientes e fornecedores ou se necessitará pegar empréstimos para cobrir despesas fixas ou eventuais, entre outras questões.

Organize os registros da sua empresa, de maneira simples, a partir das dicas a seguir!

Leia também: Segredos para fazer um planejamento financeiro eficiente

Passo 1: Identifique o saldo inicial da empresa

A primeira coisa a fazer quando se decide criar uma gestão financeira mais rigorosa e sólida é verificar quanto de dinheiro sua empresa possui em caixa atualmente e nas contas bancárias em nome da pessoa jurídica. Assim, você terá uma visão abrangente dos recursos que seu empreendimento tem disponível, ou seja, com os quais poderá contar efetivamente.

Passo 2: Categorize suas despesas e receitas

Antes de começar a fazer os lançamentos de receitas e despesas para o fluxo de caixa, é importante que você classifique essas transações em categorias. Isso será muito útil quando, no futuro, quiser analisar as origens mais relevantes de recursos ou quais os custos que poderiam ser minimizados ou cortados. Não existe regra para a criação de categorias, basta seguir as ideias simples, pensando nos tipos de análises que você poderá vir a fazer. Uma sugestão: separar os lançamentos em aluguéis, telefone, material de escritório, luz, salários, impostos, entre outros.

Passo 3: Registre todas as entradas de caixa do período

Passe a registrar tudo o que a empresa tem a receber em um período predeterminado, o qual poderá ser – recomenda-se – de 12 meses, para projetar o fluxo de caixa de forma mais precavida. Anote as vendas à vista e a prazo, as contas a receber e quaisquer outras admissões de dinheiro, na data exata quando a transação foi ou será concretizada.

Leia também: Contas a pagar e receber: 6 dicas para ter mais controle financeiro

Passo 4: Registre todas as saídas de caixa do período

Passe a registrar tudo o que a empresa tem a pagar, tanto no dia quanto a curto e médio prazos. Atente-se para o fato de que existem saídas de recursos que terão valor fixo e esperado, como um aluguel ou as parcelas de um equipamento recentemente adquirido, mas há também lançamentos que serão estimados, como as contas de energia elétrica, que só podem ser cogitadas, muito embora se tenha uma ideia provável do valor a ser pago. Mesmo assim, todas as despesas, determinadas ou não, precisarão ser feitas.

Passo 5: Atualize e corrija os lançamentos

No dia a dia da empresa acontecerão novas compras e vendas, despesas e receitas. Por isso, continue acrescentando todos os lançamentos e corrija o saldo operacional do seu caixa, que compõe a diferença existente entre as entradas e saídas. O saldo final do caixa será a soma entre o saldo inicial e o saldo operacional atualizado.

Leia também: 5 erros no fluxo de caixa que você deve evitar

Monitorar o fluxo de caixa de maneira adequada e entender como acontece a movimentação financeira de entradas e saídas de dinheiro, respeitando os prazos e as datas, com certeza vai fazer diferença na hora de tomar decisões importantes sobre as estratégias e o futuro de sua empresa.

Aposte em um sistema de gestão financeira como o ZeroPaper e consiga, com um clique, acessar suas contas a pagar e receber, podendo ainda fazer uma análise completa do fluxo de caixa do seu negócio. Comece agora!

Artigos Relacionados

Qual o papel do fluxo de caixa no planejamento financeiro?

Gerir as questões financeiras com excelência é algo fundamental para que um…

Leia Mais

Fluxo de caixa: veja como preparar um demonstrativo

É possível comparar o fluxo de caixa da sua empresa ao movimento…

Leia Mais

Fluxo de caixa: dicas para controlar as contas a pagar e receber

Os primeiros dias do mês sempre carregam uma dose de aflição. Afinal,…

Leia Mais