Como sobreviver a uma crise de liquidez

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

Em um mundo ideal, você seria capaz de projetar com precisão seus fluxos de caixa e evitar problemas de liquidez. Na realidade, até mesmo pequenas empresas lucrativas podem sofrer com isso. Se estiver à beira de uma crise de liquidez temporária, há algumas táticas de contas a pagar que você pode usar para escapar ileso.

Identifique a causa

O primeiro passo para tratar de um fluxo de caixa desfavorável é entender a causa subjacente. Talvez seus recebíveis tenham se acumulado e você não os coletou suficientemente rápido. Se o seu negócio é sazonal por natureza, os fluxos de caixa podem diminuir por alguns meses. Pequenas empresas que têm alguns contratos grandes também podem ter um padrão de fluxo de caixa “fartura ou penúria”. Idealmente, você terá uma reserva de caixa para lidar com esses meses menos produtivos. Se as reservas estiverem baixas, isso poderá causar uma lacuna temporária no caixa. Crie uma tabela de vencimento de contas a receber (recurso comum na maioria dos softwares financeiros) para entender quais valores são devidos a você e aumentar seus esforços de cobrança. Fale com os clientes que têm as maiores faturas e entrem em acordo sobre uma data de pagamento.

Entenda seus compromissos

Depois de identificar a causa da sua crise de liquidez e entender quando o fluxo de caixa aumentará, talvez seja necessário reajustar o cronograma de pagamento para evitar esse tipo de problema. Reserve um tempo para analisar a situação das suas contas a pagar. Crie uma tabela de vencimento de contas a pagar para gerar uma lista de contas atuais, anotando o fornecedor, os prazos de pagamento, o valor e a data de vencimento. Adicione pagamentos de rotina que você sabe que acontecerão no próximo mês, como folha de pagamento e serviços públicos. Se você desconfiar que terá mais pagamentos de faturas ou contas em breve, adicione as contas previstas à lista com base em atividades recentes.

Tente obter dispensa das multas por atraso

Uma crise de solidez particularmente ruim significa que talvez você não consiga pagar todas as contas no prazo. Avalie a política de multa por atraso de cada fornecedor para ajudar a priorizar os pagamentos. Alguns fornecedores permitem um período de uma ou duas semanas de carência antes de cobrar uma taxa de pagamento em atraso. Para grandes fornecedores e bancos, solicite dispensa completa da multa por atraso. Muitas grandes empresas e bancos concordam em abrir mão de taxas por bons clientes, especialmente se você alertá-los com antecedência. Muitas vezes, uma ligação rápida pode garantir a você algumas semanas ou alguns meses a mais para pagar uma conta significativa.

Renegocie os prazos de pagamento

Usando a tabela de vencimento, identifique financiamento de fornecedores com prazos curtos de pagamento. Você pode ter previamente concordado em prazos de dez ou 30 dias, mas quando tem problemas de fluxo de caixa, deve buscar prazos de 45, 60 ou até 90 dias. Isso ajudará a associar cobranças de recebíveis com contas futuras e evitar problemas futuros de fluxo de caixa. Entre em contato com fornecedores com condições de empréstimo desfavoráveis e tente negociar um período maior para pagamento. Se você é um cliente reincidente que faz compras de valor considerável, muitos fornecedores estão dispostos a estender os prazos de pagamento para continuar trabalhando com a sua empresa. Se os fornecedores não se mostrarem muito seguros sobre a mudança, ofereça algo em troca como incentivo. Por exemplo, você pode oferecer prioridade em relação a outros fornecedores e dar mais oportunidades de negócios. As chances de eles concordarem são maiores se você prometer rever os prazos de pagamento periodicamente.

Artigos Relacionados