Taxa de câmbio: veja como ela pode influenciar seu negócio

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

A taxa de câmbio tem papel fundamental na economia de um país, uma vez que pode influenciar diretamente no sistema econômico, afetando as empresas nacionais. Ela é o valor que determinada moeda estrangeira tem quando cotada em frações da moeda nacional, além de ser o fator responsável pelas relações comerciais entre países.

No entanto, mesmo que você não faça transações internacionais, se almeja tranquilidade e prosperidade em seu empreendimento é preciso se atentar aos fatores que podem influenciar seus negócios.

Então, acompanhe nosso post e entenda a influência da taxa de câmbio nas empresas!

  • Veja como a taxa de câmbio afeta a economia

Muitos não sabem, mas o câmbio atua rigorosamente em nosso dia a dia. O simples fato de os investimentos externos serem cotados em moedas estrangeiras faz com que o câmbio influencie diretamente na inflação e nos preços nacionais. Afinal, grande parte dos produtos usados dentro de um país são importados.

É possível analisar melhor o número de importações feitas pelo Brasil nesse ano de 2016, apenas observando o mês de junho que somou mais de 12 bilhões de dólares em importação de produtos que vão desde automóveis e geradores elétricos até medicamentos e inseticidas.

Sendo assim, a economia é profundamente afetada pela taxa de câmbio por causa do grande número de importações. Mas somando a isso é preciso conhecer os efeitos da valorização e desvalorização cambial antes de vermos os impactos causados pela taxa de câmbio nas empresas.

  • Conheça os efeitos da valorização e desvalorização cambial

Como tudo no mundo dos negócios, a taxa de câmbio também tem dois lados. Veja os efeitos de cada conceito individualmente:

  • Desvalorização cambial

Exemplificando de maneira clara e objetiva, o principal efeito da desvalorização cambial é a diminuição das importações e o aumento das exportações, pois, ocorre uma queda no valor da moeda nacional com relação aos outros países. Dessa forma, a desvalorização tem efeitos positivos, elevando a economia nacional e proporcionando mais competitividade pelos produtos internos no exterior.

  • Valorização cambial

Já a valorização cambial tem efeito contrário. Além de provocar uma queda da taxa de exportações por causa do aumento nos preços, eleva o número de importações e gera o aumento da inflação.

Contudo, em meio a altos e baixos, a taxa de câmbio acaba exercendo influência sobre as empresas. Saiba como no próximo tópico.

  • Veja as consequências para as empresas

A taxa de câmbio é responsável por alguns desequilíbrios econômicos nacionais, como o aumento da inflação e o aumento ou a diminuição dos juros. Sendo assim, a demanda dos produtos nacionais acompanha o mesmo ritmo.

Dessa forma, as empresas são afetadas da seguinte maneira: caso ocorra um aumento nas taxas de juros a consequência é a diminuição do consumo, ou seja, as vendas vão cair e a empresa terá que diminuir a produção.

Ao contrário disso, pode ocorrer uma queda dos juros, aumentando o consumo e, consequentemente, elevando as vendas e proporcionando um aumento de produção.

Então, para manter a empresa sempre preparada com relação à taxa de câmbio, é necessário organizar um bom fluxo de caixa e, também, ter um fundo de reservas. Atente-se aos relatórios de resultado, planejando-se em curto, médio e longo prazo. Essa é a melhor maneira de ter a parte financeira do negócio bem administrada.

Fique atento e não deixe que a taxa de câmbio afete a prosperidade da sua empresa!

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.


Artigos Relacionados