Plano de negócios: O que fazer para abrir uma startup?

por Equipe QuickBooks

2 minutos de leitura

Abrir uma startup no Brasil não é tarefa fácil. Apesar de estar se popularizando cada vez mais, esse modelo de negócio tem suas dificuldades, que devem ser estudadas com calma para evitar o futuro da maioria dos novos negócios nacionais: a falência. Confira no post de hoje o que você precisa saber para abrir uma startup e ter sucesso na empreitada:

Seja realista em seus números

Suas projeções são pessimistas, realistas ou otimistas? Deixar os números refletirem a sua expectativa pode ser um grave erro — maquiá-los para atrair investidor então, nem pensar! Você deve ser realista quanto ao seu negócio.

Com perspectivas bem alinhas com a equipe, todos trabalharão seguindo o caminho traçado no planejamento. Se esse caminho for impossível, a equipe não conseguirá chegar ao objetivo e logo se frustrará.

Estude o seu ramo a fundo

Se quer entrar na área de transporte privado, por exemplo, você deve estudar tudo que já foi feito a respeito, o que acontece hoje e quais são as tendências para o futuro, direta ou indiretamente. Isso inclui análises do mercado de carros próprios, transporte público, bicicletas e qualquer coisa que possa afetar seu negócio.

O mesmo exercício deve ser feito para qualquer área de atuação.

Estime de quanto dinheiro você precisa

Você sabe de quanto dinheiro precisa para manter a sua startup funcionando até ela começar a se sustentar? É bom saber e ter essa quantia garantida, seja por meio de um investidor, sócio, empréstimo etc. Isso porque, por mais que sua ideia seja boa, se não houver dinheiro suficiente para colocá-la em prática, ela nunca se tornará uma solução viável nem trará lucratividade à empresa.

Estabeleça as principais formas de mensuração

O que você espera nos primeiros 12 meses? Aumento de clientes únicos? Elevação do ticket médio? Definir isso é importante para não perder tempo, dinheiro e esforço com outras métricas que não são relevantes no começo do seu negócio. Isso ajuda a empresa a focar todos os seus recursos no que realmente interessa.

Certifique-se de ser único no mercado

Muitas startups encerram suas atividades mais cedo do que precisariam por não seguir essa dica. Em tese, esse modelo de negócio não necessariamente é baseado em tecnologia, mas, com certeza, seu DNA deve estar impregnado de inovação. Se o que você oferece já existe no mercado, as suas chances de não dar certo são muito grandes.

Encontre e engaje o seu time

É difícil encontrar colaboradores que vistam a camisa da empresa, mas em uma startup isso é imprescindível. Afinal, o negócio florescerá somente a muito suor e você, por mais que se esforce, não conseguirá sozinho.

Por isso, procure pessoas capazes e dê um propósito a elas. Faça entender a importância de cada uma no negócio e como isso impactará a sociedade. Se possível, ofereça benefícios a todos, como plano de saúde, bonificações, ambiente descontraído etc.

Artigos Relacionados