Mulheres ganham espaço em startups

por Equipe QuickBooks

1 minutos de leitura

Diversos estudos comprovam que ainda há diferença salarial entre homens e mulheres. E essa diferença se estende também ao campo do empreendedorismo, com menor presença feminina em startups de tecnologia, por exemplo. Entretanto, esta situação aos poucos vem mudando.

Matéria da revista PEGN traz alguns exemplos de startups lideradas por mulheres que vêm colhendo bons resultados. Uma delas é a 33/34, especializada em sapatos para mulheres com pés pequenos. Segundo Tania Luz, fundadora da startup, a aproximação com as investidoras facilitou o aporte. “Eu particularmente não vejo diferença entre receber investimento de homens ou mulheres. Neste caso, foi mais simples porque as mulheres entenderam mais rapidamente meu modelo de negócio”, disse Tania à PEGN.

Outro exemplo citado na matéria é da startup Trustvox, fundada por Tatiana Pezoa. “Tenho um board de investidores-anjo e todos são homens. E, por incrível que pareça, sempre tive muita facilidade com eles. Mas, o preconceito a gente sempre sente. A gente tem que estar sempre se provando. Todo santo dia. Meu pai me dizia que, pelo fato de ser mulher, as pessoas me avaliariam mais do que a um menino”, disse a empreendedora à PEGN.

Apesar dos casos de sucesso cada vez mais frequentes, a reportagem observa que ainda há um longo caminho a ser percorrido. A matéria cita um estudo recente feito pela firma de investimento Female Founders Fund. A pesquisa mostrou que apenas 8% das startups que receberam investimento no Vale do Silício no ano passado eram lideradas por mulheres.

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta também nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.


Artigos Relacionados