Começar um negócio próprio ou abrir uma franquia?

por Equipe QuickBooks

2 minutos de leitura

Artigo escrito por Taisa Sganzerla

Após tomar a decisão de abrir o próprio negócio, muitos empreendedores devem escolher entre começar do zero com uma empresa própria ou abrir uma franquia. Ambos têm benefícios e perigos, por isso é importante pesar os prós e contras de cada um levando em conta seus objetivos e visão de negócios. Veja aqui cinco pontos que devem ser considerados

1 – Percepção de marca

Com uma franquia, a marca já está estabelecida no mercado e provavelmente já tem uma boa base de clientes que já conhecem aquele produto.

Já uma start-up requer um investimento maior na criação, registro e marketing da nova marca. Uma franquia como o McDonald’s, por exemplo, tem uma presença global. Consumidores já estão familiarizados com seus produtos e com aquilo que a empresa pode entregar.

LEIA TAMBÉM: Veja como usar o marketing digital para divulgar sua empresa

2 – Equipamento e fornecedores

Uma franquia vem com um modelo de negócios estabelecido, então não há necessidade de pesquisar o melhor equipamento nem de negociar com fornecedores. Por exemplo, as franquias da Domino’s usam os mesmos fornos e replicam as mesmas receitas. No entanto, enquanto alguns gostam da segurança e facilidade que esse esquema oferece, outros preferem ser inovadores e lançar mão da própria criatividade na hora de empreender.

3 – Custos recorrentes

Uma franquia vem com um modelo de negócios testado e aprovado, mas franqueados tem que desembolsar três taxas para o franqueador: a taxa de franquia, paga na assinatura do contrato (para usar a marca e receber o know-how), a taxa de royalties (uma percentagem do faturamento mensal) e uma taxa de marketing, normalmente mensal, destinada a contribuir com os custos do franqueador com publicidade. Portanto, enquanto a publicidade nacional e regional de uma grande marca pode parecer bom no início, há um preço alto por ela – e a cada mês.

LEIA TAMBÉM: Veja 5 tendências do mercado de franquias

4 – Mais liberdade

Ao abrir sua própria empresa, você tem o controle de todas as operações e da direção que ela vai tomar, enquanto numa franquia o empreendedor sempre estará sujeito às decisões do franqueador. Você terá menos liberdade para decidir o quanto investir, onde abrir seu negócio, qual equipamento comprar e para testar suas próprias ideias.

5 – Expansão futura

Começar um negócio do zero é desafiador e, em muitos casos, um grande risco, mas o potencial é quase infinito. Quando você é independente, há mais chances de expandir e controlar o quanto e como investir. Por exemplo, se o fluxo de caixa está devagar, empreendedores independentes podem adiar planos de expansão ou limitar o escopo de novos projetos.

Conclusão

Uma franquia pode ser uma boa opção para aqueles com pouca experiência em administração, mas um negócio próprio é mais atrativo para verdadeiros empreendedores, que terão total controle sobre as operações desde os primeiros passos.

A família de produtos QuickBooks vai te ajudar a ter mais confiança na gestão da sua empresa e nas suas próprias ideias, mesmo que você não tenha anos de experiência. O QuickBooks ZeroPaper oferece fluxo de caixa completo e relatórios, enquanto o QuickBooks vem com inventário completo e um sistema de emissão de faturas fácil de usar. Conheça mais sobre os produtos em www.quickbooks.com.br.

Artigos Relacionados