Como objetivos pessoais podem ajudar sua empresa?

por Equipe QuickBooks

2 minutos de leitura

Pergunta: o que as pedras usadas na construção da Pirâmide de Quéops, no Egito, tem em comum com as metas cotidianas que traçamos para alcançar nossos objetivos? Resposta: assim como nossas metas, aqueles grandiosos blocos de calcário só foram erguidos por existir um propósito maior a ser realizado. No caso, a formação do que é hoje um dos projetos arquitetônicos mais fascinantes da história da humanidade, uma das 7 maravilhas do mundo antigo.

Não é possível construir, mudar ou progredir, sem antes idealizar um objetivo claro. O plano é a criação de uma nova franquia do seu negócio, por exemplo? Ou até mesmo algo pessoal, como trocar de casa, viajar com a família? Para isso, é preciso reunir o capital necessário, seja criando estratégias para aumentar as vendas ou para o corte de gastos. Em todo caso, ter um objetivo claro, seja ele a curto, médio ou longo prazo, faz toda a diferença na realização dos seus objetivos.

Mas o que fazer quando dois objetivos diferentes conflitam?

Para um empreendedor, os planejamentos pessoais e empresariais se cruzam constantemente, muitas vezes apontando para sentidos opostos. Fazer aquela viagem tão sonhada no fim do ano ou dar um gás na empresa para atender uma demanda importante? Família ou trabalho? O ideal é evitar essa queda de braço e buscar sempre a conciliação entre essas duas forças.

Na verdade, a combinação entre vida pessoal e empresarial pode se tornar uma aliança poderosa se bem administrada. 

O sucesso profissional, por exemplo, reflete diretamente na autoestima e no bem-estar familiar, e vice-versa. Estar de bem com a vida é tão importante quanto estar de bem com os negócios.

Por isso, também é fundamental que sejam estabelecidos vínculos diretos entre os seus desejos e as atividades praticadas pela empresa – afinal de contas, quando se acredita realmente naquilo que está sendo feito, quando suas impressões pessoais fazem parte do projeto, as chances de sucesso são muito maiores.

É bom lembrar que, segundo projeções da Organização Mundial da Saúde, até 2020 a depressão será a segunda principal causa de incapacidade para o trabalho no mundo. Isso porque, segundo a própria instituição, o ritmo acelerado exigido atualmente e a autocobrança cada vez maior afetam diretamente a nossa qualidade de vida, provocando, por exemplo, o estresse.

Nesse cenário, a realização dos objetivos pessoais, fora do ambiente corporativo, se torna ainda mais essencial, pois serve como estímulo e revigora as energias.

Defina metas

Uma dica importante para organizar seus objetivos e evitar conflitos é definir metas de curto, médio e longo prazo. A viagem em família é um sonho e muito aguardada, mas um cliente importante está exigindo mais atenção. Podemos nos dedicar, no curto prazo, em conquistar a satisfação do cliente, e realizar a viagem depois, com a consciência do dever cumprido. Geralmente, costuma-se dizer que objetivos de curto prazo são aqueles com projeção de 1 a 5 anos para serem concretizados, os de médio prazo, de 5 a 10, já os de longo prazo, de 10 em diante.

Artigos Relacionados