Veja 4 maneiras de concorrer com grandes empresas

por Equipe QuickBooks

5 minutos de leitura

O presidente dos EUA Herbert Hoover certa vez disse que a concorrência “não é apenas o regime de proteção ao consumidor, mas é o incentivo ao progresso”. Embora a maioria das empresas esteja ciente de que a concorrência é uma parte necessária de uma economia de mercado livre, competir com marcas maiores e mais estabelecidas pode ser frustrante e intimidante.

Muitas vezes, no entanto, pequenas empresas têm mostrado que marcas de nicho de mercado podem ser tão bem-sucedidas quanto suas contrapartes maiores por meio de diferenciação e versatilidade.

Mesmo que sua empresa não seja um gigante corporativo na Fortune 500 com um orçamento de marketing de milhões de dólares, há práticas comerciais que você pode adotar para garantir que sua marca sobreviva em longo prazo. Veja a seguir quatro maneiras para sua pequena empresa competir com concorrentes grandes.

  1. Seja ágil, flexível e rápido

Ao contrário das grandes empresas, as pequenas empresas muitas vezes podem refinar e redefinir seu modelo de negócios para responder a mercados que se alteram rapidamente. Por exemplo, um varejista local de vestuário pode criar rapidamente produtos para capitalizar as tendências de moda ou retirar rapidamente o estoque com base em quedas na demanda e estilos com menor procura.

Como os autores de Harvard Business Review Martin Reeves e Mike Deimler apontam, uma posição dominante no mercado e capacidade de produção e entrega de primeira ordem não são mais os únicos fatores que garantem uma vantagem competitiva sustentável. “Aqueles que prosperam interpretam os sinais de mudança e agem de acordo. Eles descobriram como testar rapidamente, com frequência e de modo econômico. Não apenas produtos e serviços, mas também modelos de negócios, processos e estratégias”, observam Reeves e Deimler.

Sim, grandes empresas terão a vantagem do tamanho e da escala. Porém, elas não conseguem responder rapidamente às tendências do mercado devido a burocracias e bloqueios internos. “Uma pequena empresa bem ajustada pode facilmente superar suas contrapartes maiores no atendimento ao cliente, na identificação de tendências, na saída de produtos e no controle de qualidade”, afirma Henry Elkus, diretor de operações e de filantropia da Unlimited Ltd. Clothing.

Assim, quando você encontrar seu nicho de mercado, maximize essas oportunidades de vendas em áreas onde o tamanho pequeno e a capacidade de agir rapidamente de sua empresa podem se provar pontos fortes no mercado.

  1. Diferencie e inove

“Como uma nova empresa, você precisará fazer algo melhor, mais barato, mais rápido ou incrivelmente diferente de uma forma que não o coloque diretamente na mira de uma empresa grande e poderosa”, diz James Schrager, professor da Universidade de Chicago. Uma pequena startup pode conquistar isso, diz Schrager, criando um produto ou serviço diferente e único à sua própria maneira.

Nesse contexto, agilidade é a capacidade de uma pequena empresa de ser inovadora em um mercado que exige soluções que atendam aos desejos dos consumidores. Além de estimular sua própria equipe a experimentar e colaborar constantemente com ideias novas, você pode aproveitar sua própria paixão para estimular o que é conhecido como “cultura de inovação”.

  1. Ajuste sua presença na Web com uma estratégia de SEO incrível

No início da otimização de mecanismos de busca (SEO, search engine optimization), quanto mais links de entrada e palavras-chave você colocava em uma página da Web, maior era a chance que visitantes da Web vissem sua página na parte superior das páginas de resultados do mecanismo de pesquisa (search engine results pages, SERPs). Como você provavelmente já sabe, acabaram os dias de encher a página de palavras-chave. Sua estratégia de SEO deve se concentrar na criação de conteúdo de alta qualidade que os usuários possam entender e compartilhar.

Além disso, seu site é seu cartão de visitas on-line e um lugar onde sua marca pode brilhar de verdade. Além de aumentar a SEO ao segmentar público-alvo de nicho e local por meio de sites como Yelp, o fundador e CEO da AudienceBloom, Jayson DeMers, recomenda que as pequenas empresas tirem proveito de estratégias de palavras-chave compridas para melhorar seu ranking SERP de palavras-chave menos populares.

De modo semelhante à criação de conteúdo para um grupo de tópicos menor e mais focado, “com palavras-chave compridas, você sacrificará o potencial de ranking mínimo com palavras-chave altamente populares por um potencial de ranking máximo com palavras-chave menos populares”, afirma DeMers. Isso significa trocar orações mais curtas por outras mais longas e menos populares, mas aumentar o potencial de ranking nos principais mecanismos de pesquisa.

  1. Celebre (e ouça) sua base de clientes

Como se diz, cultivar relações de clientes é primordial para atrair novos clientes e manter os existentes. Porém, em um tempo no qual as tecnologias da Internet, como as mídias sociais, estão transformando a função do cliente de usuário passivo a participante ativo, técnicas de marketing como crowdsourcing são cada vez mais usadas para envolver mais os clientes no processo de desenvolvimento dos produtos.

Carliss Baldwin, professora da Harvard Business School, fala aos empresários que, quando o assunto é buscar as ideias inovadoras dos clientes, “aceitem a realidade que eles, coletivamente, sabem mais sobre o que sua empresa faz do que você mesmo, que a tecnologia democratizou quase completamente o processo e que esses usuários inovadores, graças à Internet, podem passar por um processo interativo muito mais rapidamente e de modo mais econômico que no passado”.

Portanto, vale a pena fazer o perfil de seus clientes. Descubra o que os motiva, o que os deixa animados e quais são suas expectativas, especialmente quando se trata da entrega de serviço e do atendimento ao cliente. Além de oferecer produtos e serviços de nicho de mercado que se destaquem daqueles oferecidos pelas grandes marcas, mantenha contato com clientes por meio de pesquisas e questionários após a venda. Pesquisar o feedback de clientes e ajustar seu produto a fim de atender às preferências em constante mudança dos clientes deixará você mais perto de estabelecer uma base de clientes extremamente fiel.

Se quiser saber mais, veja aqui cinco dicas simples para aumentar o lucro melhorando a retenção de clientes.

Artigos Relacionados