Briefing criativo: veja dicas para montar um

por Equipe QuickBooks

5 minutos de leitura

Precisa de um design de qualidade, mas está preocupado com o custo? Tenho uma dica inestimável para você: comece com um briefing criativo arrasador.

Uma das maneiras mais fáceis de perder o controle do seu orçamento de design é começar um projeto sem uma direção clara. Dessa maneira, você e seu designer desperdiçam tempo e energia, sentem-se frustrados, mas prosseguem com a esperança de, eventualmente, chegar a um design de que você goste. É possível evitar isso facilmente aprendendo a escrever um briefing excelente.

O briefing criativo é a base do seu projeto. Essencialmente, você indica aos designers o que deseja atingir. O briefing ajudará você a organizar suas ideias antes de começar e permitirá avaliar o sucesso do projeto (e o retorno sobre o investimento) após a conclusão.

Na 99designs, ajudamos milhares de pequenas empresas em todo o mundo a criar designs que transmitem o diferencial de suas marcas. Não importa se você está realizando um concurso com milhares de designers ou colaborando com apenas um: a elaboração de um briefing cuidadoso sempre é a primeira etapa para se chegar a um design excelente sem aumentar os custos. O briefing traduz os valores e atributos da sua marca em um conteúdo compreensível, que servirá de base para o trabalho do designer. Um briefing claro e minucioso permite que os designers criem em sintonia com sua visão e comecem a visualizar os conceitos iniciais.

O que deve ser incluído

Confira a seguir uma lista de verificação dos conteúdos para ajudar você a desenvolver um briefing eficaz de design. Seu logo é o pilar da identidade da sua marca, e é nele que nos concentraremos abaixo. No entanto, muitas destas informações podem ser adaptadas para qualquer elemento criativo que precise ser criado.

  1. Apresentar sua empresa

Uma das maneiras mais fáceis de desperdiçar muito dinheiro é não fornecer aos designers contexto suficiente sobre sua marca.

Para não receber uma peça elegante, mas que não corresponde à imagem da sua empresa, dedique algum tempo para dar aos designers informações sobre seu negócio. Pense nisso como uma apresentação relâmpago: descreva o que você faz e por que o faz. Isso ajudará os designers a criar um logo que reflita seu presente e onde você se vê no futuro.

  1. Descreva seu projeto

Diga aos designers do que realmente se trata seu projeto, incluindo quais as metas do seu novo logo. Talvez você deseje atrair novos clientes, impulsionar as vendas ou chamar a atenção da mídia.

Essa parte do briefing ajudará a definir as expectativas com seu designer, mas talvez você também se surpreenda ao perceber que ela também é muito útil para você. Colocar suas ideias no papel permite que você defina exatamente o que deseja atingir antes de começar qualquer trabalho e é uma excelente oportunidade de identificar falhas na ideia original. No entanto, não se preocupe com a parte estética do design: essa é a responsabilidade do seu designer.

  1. Identifique seu público-alvo

Designers gráficos precisam saber qual é o seu público-alvo para criar um logo eficaz e adequado. Qual é o grupo de clientes no qual sua empresa se concentra e como você atende às necessidades dele? Identificar o que seu público considera atraente ajudará a atrair a atenção dele.

  1. Explique seu mercado

Descreva qual é o seu panorama em termos de concorrência. O que diferencia sua empresa das outras no setor? Como você deseja se destacar? Essas informações ajudarão seu designer a apresentar sua empresa de maneira singular, mas levando em consideração as características específicas do setor.

  1. Dê um toque de personalidade

Agora que você já descreveu os elementos táticos, chegou a hora de fornecer aos designers uma visão geral sobre a personalidade da sua empresa. Pense em palavras como enérgica, jovem, atenciosa ou divertida. A personalidade confere à marca um caráter humano com o qual seu público pode se conectar. Além disso, ela permite que seu designer tome decisões fundamentadas ao definir elementos como cores e fontes. Muitas vezes, a identificação de um personagem (talvez até mesmo um super-herói) que você acha que incorpora a personalidade da empresa pode ajudar nesse processo.

  1. Inspire

Confie em mim: a melhor maneira de informar e inspirar seus designers é fornecer imagens de outros designs que você adora. Um catálogo Pinterest é uma ótima maneira de recolher e organizar exemplos. Além disso, é possível adicionar ao seu briefing um link para sua lista. Você pode encontrar inspiração em qualquer lugar, mas, no caso específico de logos, nossos clientes consideram particularmente úteis sites como nossa loja de logos e nosso catálogo de logos no Pinterest.

Se desejar incluir algo mais para ajudar seu designer a transmitir os valores da sua marca, vá em frente! Também é uma boa ideia listar quaisquer requisitos específicos (ou seja, tipos de arquivos, diretrizes legais, prazos etc.) antes de começar para evitar falhas de comunicação e atrasos no futuro.

Na 99designs, você define cada um desses componentes ao preencher nosso briefing on-line. No entanto, lembre-se de que fornecer todos esses detalhes por escrito não significa que o briefing do design seja inalterável. Ele fornece uma base para a criação do seu logo, a partir da qual a criatividade estratégica pode aflorar.

Crie algo elegante com poucos recursos

Nunca é demais ressaltar o valor de um briefing de design excelente. Durante o processo de criação do logo, o briefing será seu documento de referência para manter todos os envolvidos no caminho certo. Como você sabe, as pessoas podem ter opiniões fortes sobre designs, e talvez seja difícil descobrir quem está “certo”. Porém, um briefing criativo serve como referência para ajudar você a definir exatamente que tipo de feedback dar ao designer.

Se os envolvidos — você, sua equipe e a equipe de design — souberem qual é a meta do logo ou do design, todos gastarão menos tempo e dinheiro refazendo o design para aproximá-lo do objetivo original.

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta também nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.


Artigos Relacionados