10 Dicas para superar os desafios de ter o Próprio Negócio

3
SHARES

Empreender é uma decisão extremamente importante, que não pode ser tomada com base em impulsos. É fundamental entender exatamente os desafios que se tem pela frente, e principalmente, quais são as necessidades fundamentais para alcançar o sucesso.

Todos já ouvimos histórias (muitas inclusive reais) de empreendedores que começaram do zero e fizeram fortuna transformando boas ideias em negócios lucrativos e milionários. Se existe algo de bom que esses exemplos podem trazer, é que esses empreendedores de sucesso tinham algumas características em comum, talvez a mais importante seja trabalhar bastante.

Dinheirama e o Zeropaper fizeram uma parceria muito interessante para oferecer conteúdo de qualidade para você que sonha em montar um negócio e nem sempre tem fácil acesso a dicas e alternativas de conteúdo para chegar lá.

No primeiro artigo desta série, falamos sobre a necessidade do empreendedor cuidar das finanças pessoais (leia o artigo Qualquer um pode empreender?). Agora vamos trazer artigos mais voltados a dicas efetivas em relação ao negócio em si.

10 dicas para superar os desafios de ter o próprio negócio

O começo de qualquer negócio é sempre um período de incertezas, mas também de esperança. A organização e a disciplina serão sempre aliadas de peso para você tocar o negócio. Conheça as dicas que separamos para você superar os desafios:

  1. Entenda profundamente a atividade: procure o máximo de informações sobre a atividade que você pretende realizar;
  2. Valide a ideia: você deve buscar informações que comprovem a necessidade do seu produto no mercado. As pessoas precisam do que você oferece? Qual é o seu produto? Quem são os seus clientes? Qual é o seu público alvo? Faça entrevistas com possíveis clientes na rua, procure pesquisas na internet;
  3. Conheça o mercado: verifique a concorrência, fatores de sazonalidade e etc.
  4. Calcule o investimento inicial: faça uma projeção financeira de pelo menos 12 meses (o ideal são 24 meses) para saber o valor que você vai precisar gastar (e ter) antes do seu negócio começar a se manter sozinho;
  5. Conheça as opções de financiamento: você pode financiar o empreendimento com recursos próprios, investidores, agências de fomento locais e crédito bancário. Busque informações, simule cada um dos modelos em um plano financeiro e decida qual a melhor alternativa pra você;
  6. Descubra o seu preço: defina quanto você vai cobrar pelo produto ou serviço. Leve em consideração que o preço não é colocado a partir do esforço, mas sim do valor gerado ao cliente e de sua percepção de valor em relação ao que sua empresa está oferecendo;
  7. Faça um plano de negócios ou canvas: descreva em um documento os objetivos do negócio e quais passos serão dados para alcançá-los, considerando estratégia de marketing, público-alvo, parceiros, desafios, fontes de receita e de onde virão os recursos para tirar a ideia do papel;
  8. Defina os locais de venda: o empreendedor deve definir os canais que vão ser usados para vender, como: ponto comercial, redes sociais, mídia offline, boca a boca, e-commerce etc;
  9. Busque qualificação: procure cursos de capacitação e qualificação. Instituições como o Sebrae e o Senai, por exemplo, oferecem cursos práticos para nortear sobre estratégias de marketing, vendas e gestão;
  10. Seja inovador na maneira de se comunicar e atender o cliente: procure formas de divulgar, comercializar ou entregar o seu produto ao cliente que fujam do tradicional dos concorrentes, desde que faça sentido do ponto de vista financeiro e de posicionamento. Isso pode fazer a diferença diante da concorrência e até fidelizar os consumidores.

Você já é empreendedor? Conte-nos a sua história

Queremos ouvir suas histórias de superação, pois elas serão extremamente importantes para inspirar uma nova geração de empreendedores que estão começando os seus negócios.

Você pode relatar suas histórias aqui mesmo, no campo de comentários. Contamos com sua colaboração também para divulgar o post em suas redes sociais.

Conclusão

As dicas são simples e diretas, essa foi justamente nossa intenção. Sua colaboração para propagar esse assunto é de fato extremamente importante, afinal só quem já esteve na linha de frente de um negócio pode dar um testemunho real de como a perseverança é um trunfo do empreendedor.

Para fazer esse planejamento, é essencial que você tenha um controle minucioso das suas finanças. Um software de gestão financeira, como o ZeroPaper, pode te ajudar nessa missão. Com o ZeroPaper você organiza as contas a pagar e a receber do seu negócio e recebe dicas para que você melhore sua gestão financeira.

Acesse www.zeropaper.com.br e conheça. Um grande abraço e até a próxima.