Você sabe o que é compliance?

por Equipe QuickBooks

2 minutos de leitura

Talvez você já tenha ouvido falar em compliance no mundo dos negócios. Mas, você sabe realmente o que isso significa e por que ter isso na sua empresa é tão importante? Em inglês, o verbo “comply” quer dizer “cumprir”, então, “estar em compliance” é “estar de acordo com as regras”.

Dentro da empresa, o compliance serve para verificar se os procedimentos internos estão dentro da lei. Mas, além disso, também existem outras informações importantes sobre o tema para quem tem seu próprio negócio e quer ficar dentro da lei e exigências do mercado.

Vamos descomplicar e falar de cada um desses pontos? Acompanhe nesse conteúdo as principais perguntas e respostas sobre compliance.

Compliance: é um profissional, uma área ou um programa?

As definições são várias, mas a essência é a mesma: quando a empresa está dentro das regras, é claro! Veja um pequeno glossário explicando quatro situações que envolvem o compliance e os negócios.

  1. Estar em compliance: estar de acordo com a lei do país, acordos internacionais e processos internos.
  2. Ter uma área de compliance: ter uma equipe formada por profissionais responsáveis por verificar seus processos internos e se eles estão de acordo com as leis.
  3. Contar com um programa de compliance: contar com um conjunto de ações para manter tudo em ordem, conforme as regras.
  4. Ter um compliance officer: ter um profissional dedicado a essa área.

Por que ter compliance na minha empresa é bom?

Porque o profissional da área de compliance vai fazer uma espécie de auditoria interna para ver se todos os procedimentos estão cumprindo a legislação exigida pelas agências reguladoras do negócio. Isso ajuda a empresa a ficar livre de problemas jurídicos, já que a área detecta possíveis erros a serem corrigidos antes de se transformarem numa multa ou punição mais séria.

Além disso, a área de compliance verifica se as regras internas da companhia estão sendo cumpridas. E quanto mais os processos de dentro da empresa estiverem sendo colocados em prática de acordo com isso, mais resultados positivos são colhidos no dia a dia de trabalho.

Sem contar que o mercado está de olho nas empresas que têm comportamentos éticos perante a lei nacional, internacional e sustentáveis tanto na produção como na comercialização.

Quem é o profissional de compliance?

Muitas empresas contratam especialistas da área jurídica para fazer o programa de compliance rodar. Outras, escolhem consultorias externas que fazem a auditoria, avaliam os erros e dão a solução. Tudo depende do tamanho e ramo da empresa.

Posso, eu mesmo, deixar minha empresa em compliance?

Nada impede que você mesmo faça um monitoramento do seu negócio para verificar se tudo está dentro da lei. Se a sua empresa tem poucos funcionários e processos internos mais simples, é possível sim que o próprio empreendedor se dedique para manter a empresa em compliance.

Para isso, a dica é estudar bastante tudo aquilo que é legal dentro da sua área de atuação e manter todas as informações da empresa em dia, especialmente as financeiras e tributárias. E uma forma bem bacana de controlar tudo isso é através da ferramenta gratuita QuickBooks ZeroPaper, que oferece relatórios financeiros, fluxo de caixa e dados disponíveis 24 horas por dia.

Artigos Relacionados