Controle de estoque: conheça a história e a sua importância para os negócios

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

A atividade de controle de estoque é, muitas vezes, deixada de lado pelos empreendedores devido à falta de tempo. Mas você sabia que ela pode ajudar a garantir economia de dinheiro no caixa da sua empresa e, até mesmo, contribuir para melhores resultados nas vendas?

Com origem na antiguidade, o controle de estoque evoluiu com o tempo e, hoje, oferece novas possibilidades com o uso da tecnologia. E a boa notícia é que, como você vai descobrir ao longo desse conteúdo, o controle de estoque melhorou muito com o tempo e as chances de prejuízo e desperdício de produtos se tornaram muito baixas.

Confira o que é controle de estoque, qual é a história, importância e como fazer essa gestão de forma segura e eficiente.

  1. O que é controle de estoque?

Mais do que contar produtos e organizá-los em prateleiras, o controle de estoque é uma atividade importante e fundamental para o controle financeiro de um negócio. É com ele que você administra quanto de material entra e sai, além de conhecer informações sobre vendas e compras futuras.

Baixe aqui seu guia sobre controle de estoque!

O controle de estoque também permite conhecer o volume de compras de um produto, sua frequência, sazonalidade e quais podem ser descartados ou representam boas oportunidades de vendas.

  1. Qual é a história do controle de estoque?

Mesmo sem ter um registro oficial sobre o início da história do controle de estoque, podemos voltar aos nossos antepassados para lembrar como controlavam seus estoques de alimentos, como os egípcios antigos, por exemplo, que faziam o controle de grãos e cereais de suas plantações.

E também os comerciantes, que contavam e anotavam os produtos vendidos à mão e faziam suas encomendas da mesma forma. Um processo demorado e pouco eficiente, porque muitas vezes eram registradas quantidades erradas de produtos em estoque.

Mas, como tudo evolui com o tempo, o controle de estoque sofreu uma mudança muito positiva em 1960, quando comerciantes do varejo criaram os códigos de barras modernos para identificar produtos. Os mesmos ganharam várias versões pelo mundo, mas só foram padronizados em 1974.

Já de 1990 em diante, surgiram as primeiras ferramentas para controle de estoque e que evoluem até hoje.

Leia também: 7 dicas de gestão de estoque para pequenas empresas

  1. Qual a importância do controle de estoque para um negócio?

Com o controle de estoque, o espaço para armazenar seus produtos é melhor aproveitado, assim como a organização de cada item no estoque, identificação e análise.

O controle de estoque também evita prejuízos, porque os produtos vencidos ou com problemas podem ser facilmente trocados ou descartados.

Outra vantagem é que, sabendo quanto se tem em depósito fica mais fácil atender aos pedidos dos clientes e descobrir o momento certo para fazer promoções e oferecer descontos.

  1. Como fazer um controle de estoque eficiente?
  • A gestão de estoque deve começar pela organização do espaço onde você armazena os seus produtos. Um ponto de atenção nessa fase é colocar as mercadorias nos melhores lugares para elas, conforme a temperatura, umidade etc.
  • Também devem ser definidas todas as tarefas relacionadas à otimização do estoque como a movimentação de produtos, relatórios, indicadores, e fluxos de entrada e saída.
  • Para reduzir imprevistos é preciso também acertar na escolha de fornecedores.
  • Evite perder oportunidades com produtos parados no seu estoque. Como? Basta definir um volume mínimo e máximo para cada mercadoria, levando em conta, claro, a procura, os fornecedores, giro de estoque e sazonalidade.
  • Como última dica, mas não menos importante: não deixe de acompanhar o quanto foi ganho em produtividade e economia desde o dia em que melhorou o seu controle de estoque. Os resultados podem surpreender!

Artigos Relacionados