Noções básicas de contabilidade: como fazer uma conciliação bancária

por Equipe QuickBooks

4 minutos de leitura

O saldo atual da sua conta bancária na verdade não representa o caixa disponível. Se você tiver alguns cheques de valor considerável pendentes, a conta corrente da sua empresa pode entrar facilmente no vermelho.

É possível entender seu fluxo de caixa e a verdadeira situação do caixa mantendo uma contabilidade separada das suas transações e realizando uma conciliação bancária mensal. O processo de conciliação bancária é semelhante ao de conciliar seus cheques: ele mostra todos os lançamentos errados ou ausentes para que você possa ter certeza de que seu saldo de caixa está correto. Estas são as etapas que você deve seguir.

  1. Compare os saldos finais do banco e dos livros contábeis

Recomenda-se sempre comparar o extrato bancário e o saldo contábil lado a lado e ajustar as transações até que ambos os saldos de caixa sejam idênticos. A maior parte dos softwares financeiros dispõe de um módulo de conciliação que permite inserir os saldos de caixa finais da sua conta bancária para ajudar você no processo de conciliação. Se você não tem um, imprima as transações do mês em papel para compará-las ou exporte-as para um programa de planilhas.

  1. Adicione somente transações bancárias ao seu saldo contábil

Geralmente, há alguns débitos e créditos mensais adicionados pelo seu banco que não foram registrados nos seus livros contábeis. Adicione transações positivas (como um pagamento de juros mensal do seu banco) e subtraia transações negativas (como encargos bancários e taxas de cheques devolvidos) do saldo de caixa do livro contábil.

É muito fácil identificar essas transações feitas pelo banco. Haverá somente algumas, e elas geralmente ficam agrupadas na parte inferior do seu extrato bancário.

  1. Adicione somente transações contábeis ao seu saldo bancário

Seu extrato bancário não refletirá cheques pendentes que os beneficiários ainda não descontaram, e talvez não mostre depósitos que ainda estão sendo processados. Adicione as transações positivas (depósitos em trânsito) e subtraia as transações negativas (cheques aguardando para serem descontados) do saldo bancário.

Não ficará evidente quais transações não são contabilizadas no seu extrato bancário. É aqui que entra seu software financeiro. A maioria dos módulos de conciliação permite que você marque os cheques e depósitos listados no extrato bancário. Se não tiver um módulo de conciliação, você pode marcar as transações manualmente.

  1. Compare seus saldos

Compare o saldo do banco ao saldo ajustado do livro contábil. Idealmente, os números serão idênticos quando terminar. No entanto, se eles ainda não estão iguais, há algumas razões possíveis:

Erro de transposição: se a diferença de conciliação for divisível por 9, é uma indicação de que você cometeu um erro de transposição ao inserir o valor errado no seu sistema financeiro. Por exemplo, você fez um cheque para alguém de R$ 32, mas registrou como R$ 23 no seu software financeiro. É possível evitar esses erros imprimindo cheques diretamente do seu sistema financeiro.

Você se esqueceu de registrar uma transação: Um cheque foi emitido ou um depósito foi feito e você se esqueceu de registrá-lo. Examine todos os itens listados no extrato bancário que não estão listados nos seus livros contábeis. Eles parecem familiares? Se as transações realmente ocorreram, adicione-as ao seu saldo contábil.

Seu saldo de caixa inicial está incorreto: se o saldo inicial não está correto no seu software financeiro, a conta bancária não será conciliada. Isso pode acontecer se você estiver conciliando uma conta pela primeira vez ou se ela não foi devidamente conciliada no mês anterior.

Um lançamento contábil afetou seu saldo de caixa: você pode ter registrado acidentalmente um lançamento contábil que debitou ou creditou o caixa. Acesse a lista de lançamentos contábeis e certifique-se de que nenhum deles afetou o saldo da sua conta bancária.

Quando a conta não é conciliada

De vez em quando, você não conseguirá conciliar uma conta. Desde que a diferença seja pequena em relação ao saldo da sua conta bancária, não perca tempo com isso. A maior parte dos módulos de conciliação permite que a diferença seja rotulada como um erro de conciliação. Provavelmente, você encontrará a transação ausente durante a conciliação do próximo mês.

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta também nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.


Artigos Relacionados