Análise de risco e capital de giro: entenda como funcionam

por Equipe QuickBooks

3 minutos de leitura

Para atingir desempenhos satisfatórios, empresas de todos os tamanhos lançam mão de indicadores, ferramentas e conceitos. Alguns desses conceitos parecem estar cheios de um certo poder de clarividência, mas na verdade são fundamentados na estatística, ou seja, na análise de risco. Outro conceito essencial ao modelo de mercado é o capital de giro, que representa um meio de as empresas realizarem negócios com mais facilidade.

Com conceitos referentes à análise de risco e capital de giro, as empresas podem se precaver de instabilidades do mercado e garantir sua continuidade ao mesmo tempo em que ocorre crescimento. Entenda de forma mais completa:

Capital de giro

Capital de giro é considerado um medidor da eficiência da companhia (pequenas, médias e grandes) e de sua saúde financeira de curto prazo. O capital de giro é calculado de forma simples, sendo a diferença entre os ativos e passivos circulantes. Esse capital não está presente apenas em uma conta corrente, mas também em estoques, contas a receber, no caixa, entre outros.

Esse procedimento traz inúmeras vantagens, como aumento do fluxo de caixa sem a necessidade de comprovação da destinação dos recursos; prazos para pagamento que podem ser negociados de acordo com a necessidades da empresa; e pagamento das dívidas antecipadamente, sem arcar com os juros. Contudo, existem impostos que incidem sobre o capital de giro, limitando até que ponto ele é funcional para a empresa.

Dessa maneira, a avaliação atual da empresa, superávits, déficits e reflexos de compras são alguns dos aspectos em que o capital de giro se faz presente. Naturalmente, esses itens (e outros) estão ligados a riscos operacionais. Para elaborar o capital de giro, a empresa deve empregar a análise de risco.

Análise de risco (operacional e financeiro)

Em termos curtos, análise de risco é o estudo (planejamento, organização, direção e controle) da incerteza que permeia o curso de uma ação nos sentidos humano (análise de risco operacional) e material/mercado (análise de risco financeiro).

A análise de risco tenta visualizar previamente o comportamento de fluxos de caixa e a variação de determinados fatores importantes para empresa. Ela permite, dessa forma, que os profissionais identifiquem e diminuam riscos — mas não os evitando completamente —, ao mesmo tempo que exibem um indicador confiável útil aos investidores e acionistas.

Negligenciar esse aspecto da administração, além das perdas financeiras, pode levar a processos jurídicos, perda de reputação, danos ao ambiente organizacional e falência. Contudo, com uma análise de risco bem idealizada e segmentada, é possível identificar pontualmente onde problemas estão mais propensos a ocorrer. Além disso, com a análise de risco implementada, a empresa pode definir limiares de operação com risco aceitável e aumentar a margem de lucro baseado nessas estatísticas.

É um engano pensar que apenas grandes empresas devem realizar a análise e gerenciamento de risco. Aliás, em pequenas e médias empresas, o prejuízo causado pela falta de planejamento financeiro é sentido de forma muito mais abrupta, o que pode levar à falência. Alguns dos aspectos que devem ser relevados durante a análise de risco em pequenas e médias empresas são dados mercadológicos e indicadores relativos a recursos humanos, mas, como existem poucos dados, essa análise geralmente é (mas não deve ser) feita de forma primária e rudimentar.

Este são apenas dois dos conceitos presentes em uma empresa. Com o capital de giro e a análise de risco, transações e comportamento mercado são tratados de forma mais objetiva e clara, o que facilita o gerenciamento de riscos.

LEIA TAMBÉM: Saiba o que é e como calcular o patrimônio líquido

Gostou desse artigo? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdo sobre finanças para pequenas empresas. 

Curta também nossa página no Facebook e fique por dentro dos assuntos de interesse dos empreendedores.

Artigos Relacionados

Capital de giro: o que é e como calcular

Toda empresa, independente da sua natureza, precisa ter recursos necessários para que…

Leia Mais

Análise de risco e capital de giro: entenda como funcionam

Para atingir desempenhos satisfatórios, empresas de todos os tamanhos lançam mão de…

Leia Mais

6 dicas para controlar seu capital de giro

Contar com uma reserva de dinheiro é essencial na vida pessoal e…

Leia Mais